MP quer empresária e autarcas presos na Operação Teia – Portugal – Correio da Manhã

Alimentos, Importación, Bogotá, Colombia, Venezuela, Panamá, Panamá Papers
Al menos 2.000 venezolanos se inscribieron para obtener permiso de estadía en Trinidad y Tobago

O procurador no processo Teia entende que Joaquim Couto, autarca de Santo Tirso, e a mulher, a empresária Manuela Couto, devem aguardar julgamento em prisão preventiva e que Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara de Barcelos, deve ficar em casa com pulseira eletrónica. Os três permanecerão detidos na cadeia anexa à PJ até segunda-feira às 14h00 – hora a que serão conhecidas as medidas de coação. Já Laranja Pontes, que este sábado entrou na reforma, saiu em liberdade. Para o presidente do IPO do Porto, o MP pediu caução carcerária de 20 mil euros. Estão em causa crimes de corrupção. Continuar a ler